Responsive image

15 de Abril de 2016

Moda Solidária

Postado por Alice M Bogado

Fonte: Facebook Norte Shopping
Criado pela agência Loducca em 2013 em parceira com projetos sociais e com administradores de shopping, a Loja Vazia é uma forma de atrair os visitantes do shopping para uma realidade que atinge muitos brasileiros.
O projeto é Creative Commons, ou seja, todos podem copiar a ideia e até o projeto da loja que foi criado pela empresa.
Imagina passar por um shopping e ver uma loja toda de vidro sem nenhuma peça de roupa? Inusitado, não é? Esse projeto já aconteceu em diversos estados e agora está acontecendo também em um shopping da zona norte carioca, o Norte Shopping.
A Loja Vazia carioca, fica no 2º andar do Shopping e está arrecadando não só agasalhos (tendo em vista que nosso inverno não é lá muito rigoroso), mas roupas de qualquer estação, desde que estejam em bom estado, cobertores, etc. As doações são destinadas ao Instituto IDE (http://institutoide.com.br/) que possui um projeto muito bacana com as famílias do Jardim Gramacho, lugar onde ficava um lixão, atualmente desativado.
Todos os dias eles retiram as doações para deixar a loja prontinha para receber as doações vinda da gente, não é um máximo?
Ai você, que está passeando pelo shopping, comprando roupa ou alguma outra coisa, se depara com essa loja e lembra que tem aquela blusinha que você comprou e quase não usou e deixou esquecida lá no armário. E aquela calça do seu marido que ficou inutilizada depois que ele ganhou uns quilinhos? 
Seu filhos cresceram e várias roupinhas ficaram lá, apenas atrapalhando o espaço. Por que não doar e fazer pessoas mais felizes? Falei sobre isso em um post passado (É tempo de renovação ). Todo dia é dia de renovar.
Somos criados em um mundo onde o consumismo é parte do nosso dia a dia (e nós gostamos, vai), mas não é bom poder ajudar quem não pode passear no shopping e comprar sua roupa nova?
Vamos mostrar o lado solidário da moda, vamos doar! 
Não é do Rio de Janeiro? Mora longe do Norte Shopping? Tenho certeza que em algum lugar perto de você possui pessoas precisando dessas doações. 
Que tal começar agora?
A Loja Vazia funciona das 14h às 20 horas.

Obrigada querida amiga Roberta Ruivo pela ideia do post!

10 de setembro de 2013

Mudanças

Postado por Alice M Bogado

Esse post é mais um na área de desabafos!

Quem me conhece sabe que desde meu primeiro emprego trabalho com turismo. Na verdade meu primeiro emprego foi no MC Donald’s no estado de Wyoming nos Estados Unidos durante meu intercâmbio, mas isso conta? rsrs
Bom estou me formando em turismo agora, minha colação será esse mês e a 3 anos e pouco eu estou na área. Parece até entrevista de emprego né? Mas não é. Toda essa volta é na verdade para falar que já não me sinto mais completa na área que escolhi e isso me gerava muitos descontentamentos.
Há um tempo já vinha pensando em mudar, mudei inicialmente de empresa, acreditando que meu descontentamento poderia vir disso, e bom, não vi muitas diferenças de onde estava para a última empresa que trabalhei.

A moda sempre fez parte do meu dia a dia e como falei, isso foi crescendo e tomando ainda mais espaço, nunca tive e não tenho interesse em fazer a faculdade de moda, nunca foi meu perfil, mas eu venho descobrindo cada vez mais cursos em áreas que são exatamente o que busco, tenho tentado me especializar cada vez mais. Porém com o tempo que tinha disponível ficava cada vez mais difícil e buscava estudar através de livros, mas sabemos como um diploma de um cursinho que seja influencia. Com isso comecei a busca para trabalhar em lojas com as quais me identificasse, pois assim ficaria na área que gosto, fazendo o que sei (vendendo) e teria mais tempo para estudo.

Meu descontentamento com o trabalho influenciou um pouco meu desempenho e enquanto estava em busca de outro emprego, fui demitida, não estava mais no timing que a empresa buscava. Isso para mim veio como uma coisa boa. Já estou com outro emprego encaminhado, que não quero falar antes de se concretizar verdadeiramente e muitos novos planos. Vou me especializar em alguns cursos no CETIQT e ano que vem já pretendo iniciar meu tecnólogo em marketing, me especializando em Branding e/ou fashion marketing.

Ao decidir que queria sim começar minhas mudanças trabalhando como vendedora de moda, enfrentei um pouco de preconceito por já ser graduada, ter inglês, ter feito intercâmbio e querer agora ser vendedora. Isso me fez pensar o preconceito que alguns vendedores devem passar por essa visão de que ser vendedor é um sub emprego. Falando especificamente da moda, vamos parar e analisar que se não houvesse os vendedores de que adiantaria as grandes lojas lançarem suas coleções? Afinal, não é todo mundo que compra online, certo? É uma profissão onde sua remuneração depende unicamente das suas vendas e isso já dificulta, o salário base é baixo e não vejo ninguém querendo mudar isso e cada dia vemos mais vendedoras fazendo mal seu trabalho. Algumas encaram como um emprego temporário e não se dedicam ao aperfeiçoamento, não veem a importância do seu emprego. Entendo que a maioria das pessoas não queira trabalhar em pé o dia todo pelo resto da vida, mas um trabalho bem feito abre portas, janelas, buracos..rs. Ilusão seria acreditar que posso mudar de profissão já em um super cargo sem suar a camisa.

Todo trabalho é válido desde que feito de forma honesta!